quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

mais um trago de amor.

A cada trago uma nova brisa. Com um começo diferente e um meio intrigante, mas caros leitores é ai que vem a grande surpresa não importa o quão espetacular seja esse sentimento todos nós sabemos que só existe um unico fim.

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. mentira.
    tem coisas q sao para sempre. o amor é um deles.
    quando o amor é fugaz, nao é amor.. chame de qq coisa.. pq o amor é para sempre, até quando nos perdemos a vida, o amor continua pra qm permanece vivo.
    acredite no amor.
    duvide de qq coisa menos q isso.

    ResponderExcluir
  3. Tenho minhas duvidas em relação a isto. O amor pode até existir, mas ele não é nada sem os erros. Que por sua vez consome o amor, até que alguem se cansa e o abandona.

    ResponderExcluir
  4. o q se consome é o relacionamento. caseis podem se separar, mas se verdadeiro for o amor, ele permanecera em seus coraçoes, mas nao é facil viver a dois. talvez por isso de separaçoes mesmo ainda com coraçoes cheios de afinidades e vontades, mas vence as dificuldades, talvez pelo desapego as pessoas, as coisas, e egoismo, indivudialismo, reacionaria independencia e qualquer coisa e venha a destruir em segundos o que se leva uma vida inteira pra construir juntos. mas é só talvez, é isso ou quase. nao tem receita, so fatos, historias e as particularidades individuais de experiencias de cada um...

    ResponderExcluir